jul 09

Vídeo – Samba de uma nota só

A letra desta música é de uma criatividade ímpar. Se você perceber as duas primeiras frases tem apenas uma nota na melodia enquanto a harmonia vai se enriquecendo a cada tempo. Depois nas duas frases seguintes muda para outra nota que se mantém. Na segunda parte da música são utilizadas notas à vontade exatamente de acordo com a letra e depois volta para uma nota só também conforme a letra diz. É muito inteligente isso deixando a música com uma riqueza só.

 Eis aqui este sambinha feito numa nota só.
 Outras notas vão entrar, mas a base é uma só.
 Esta outra é conseqüência do que acabo de dizer.
 Como eu sou a conseqüência inevitável de você.
 Quanta gente existe por aí que fala tanto e não diz nada,
 Ou quase nada.
 Já me utilizei de toda a escala e no final não sobrou nada,
 Não deu em nada.
 E voltei pra minha nota como eu volto pra você.
 Vou contar com uma nota como eu gosto de você.
 E quem quer todas as notas: ré, mi, fá, sol, lá, si, dó.
 Fica sempre sem nenhuma, fique numa nota só.

 

jul 09

Vídeo – Yesterday

Mais um  pop conhecidíssimo do Paul Mc Cartney. Aqui toquei a melodia em linguagem violonística e fiz alguns improvisos sobre o tema. Nenhuma mudança na harmonia, de maneira bem simples mas com expressão.

jul 09

Vídeo – Lately

Música do Steve Wonder que também foi gravada pela Gal Costa. É uma balada pop que eu gravei numa linguagem violonística com direito a algumas improvisações. Um dos raros vídeos que tem um fundo verdadeiro em pleno sofá e à vontade. Usei os microfones C3 da Behringer e o SM-57 da Shure em estéreo cada um com um timbre peculiar mas que juntos dão um timbre muito gostoso ao violão.

jul 09

Vídeo – Eu sei que vou te amar

Linda bossa-nova do Tom Jobim. Aqui fiz um arranjo totalmente violonístico. Fiz o tema e algumas improvisações entre frases. Não mudei quase nada pois a melodia e a harmonia já são bem ricas.  Gravei com dois microfones em estéreo. O Behringer C3 e o Shure SM-57. Embora eu grave bastante com o o Yamaha Magicstomp como simulador de microfonação, nada se compara a microfones de verdade para uma captação mais autêntica.

jul 09

Vídeo – Blue Bossa

Famoso standard,  é uma das músicas mais gravadas no mundo do jazz com diversas versões diferentes.  Na minha versão fiz algo bem violonístico com uma mistura de clássico e jazz com bastante improvisação. Gravei com um microfone Behringer C3 e controlei remotamente o Sonar X1 pelo IPAD eliminando ruídos indesejados do PC.

jul 09

Vídeo – Em teus braços

Mais um hino do Cantor Cristão, hinário batista em desuso há anos. Como a música original é simples procurei dar uma recheada através da técnica de trêmolo, totalmente violonística, como se pode observar na segunda parte da música e na introdução. Não usei nenhum tipo de improvisação, o que é muito raro quando eu toco, já que eu gosto de fazer uma pequena diversão em cima da música. É só o tema, parte A e B repetidos com algumas variações. Violão microfonado com o Behringer C3 e com o Shure SM-57. Como não tenho uma sala separada para gravação com microfone dá pra perceber um chiado do PC com ouvidos mais exigentes, algo que eu sanei nas próximas gravações gravando com o Notebook em outro ambiente e controlando remotamente através do IPAD já que ele é totalmente silencioso. Mas fica como registro. Não tenho do que me envergonhar haja vista o que eu tenho visto de gravação suja no youtube.

jul 09

Vídeo – Autumn Leaves

Famoso standard de jazz com inúmeras regravações. Aqui faço o tema com algumas improvisações em cima. A curiosidade aqui é que gravei esta música no banheiro pra testar o Behringer C3 com certa ambiência ligado no modo Omni para captar a ambiência. Mesmo assim eu coloquei um pingo de reverb pra compensar o espaço muito pequeno. Tudo isto como experimentação sem deixar de lado a qualidade. Para gravar nessas condições precisa haver uma vedação acústica muito grande para não comprometer o todo. Para não haver ruídos comprometedores que o PC costuma deixar,  já que o meu é muito barulhento, gravei em outro ambiente e controlei a gravação pelo Sonar X1 remotamente pelo IPAD que é totalmente silencioso. Bastante trabalhoso e tem que torcer para que na madrugada não haja nenhum barulho externo à residência.

jul 09

Vídeo – Dreamin

Música do George Benson que ele gravou nos 80 com o Earl Klugh. Estilo Smooth Jazz que é basicamente um pop um pouco mais refinado harmonicamente. Usei microfone Behringer C3 para a captação com ajuste direcional. Gravei esta música muito rápido talvez pela simplicidade dela embora em qualquer música eu sempre tento me utilizar de todos os recursos melódicos, harmônicos e rítmicos que são também muito importantíssimos na hora da execução.

jul 09

Vídeo – Incompatibilidade de gênios

Música do João Bosco com uma levada de samba. Este estilo combina muito bem com o violão. É bem complicado para o violonista iniciante e intermediário pois requer uma complexidade na mão direita para fazer a rítmica e isso muito mais quando se faz a harmonia, melodia e ritmo tudo ao mesmo tempo. Mas este é um swing que está mais latente no brasileiro. Nossa música é muito rica e muito exportada pra vários continentes e as vezes mais conhecida por lá do que por aqui. Utilizei como captação o microfone da própria câmera já que o isolamento acústico estava perfeito. Mas foi um teste e não pretendo fazer novamente.

jul 09

Vídeo – Vem visita

Quando gravei meu CD tinha esta como uma das músicas escolhidas com outro arranjo, mas no fim acabei descartando porque tinha outras prioridades, mas é uma música que gosto muito, também uma relíquia do hinário batista, o Cantor Cristão. A música originalmente é muito simples, mas o mais bacana em uma música assim é saber temperá-la com uma boa harmonia, improvisações e bastante técnica e eu usei pitadas de flamenco e de violão clássico. Na verdade a música é simples ou fácil dependendo da maneira como você a executa.

Posts mais antigos «

» Posts mais novos